Fonte: The Guardian

Ao longo dos últimos 25 anos, “Las Patronas” (poderia ser traduzido por algo como “As Patroas” ou mulheres-chefe) tem alimentado dezenas de milhares  de migrantes que saem da América Central na tentativa de entrar nos Estados Unidos.

Todos os dias voluntários preparam e distribuem cerca de 300 marmitas para migrantes viajando em trens assustadores conhecidos como La Bestia (A Besta). Para muitos que sofrem violência e pobreza em seus países, o ato das Patronas é uma demonstração de cuidado que salva vidas.

Confira o texto original em inglês pelo link.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s