Haitianos seguem para abrigos do AM após falhas em voos da Insel Air

Grupo fez protesto no Aeroporto Eduardo Gomes, em Manaus. Haitianos ficaram abrigados no aeroporto após serem tirados de hotéis.

Ive Rylo Do G1

 

Parte do grupo de haitianos que fez uma manifestação  no Aeroporto Eduardo Gomes, na Zona Oeste de Manaus, na noite de quinta-feira (2), foi transferida para três abrigos na capital e outra ainda tenta vagas nas companhias aéreas nacionais para seguir em direção a outras cidades do Brasil, cerca de 12 horas depois do protesto. O grupo perdeu a conexão nacional e ficou abrigado em Manaus após problemas em voos da companhia Insel Air e cancelamento de hospedagem em hotéis.

A reportagem tentou contato com a empresa por e-mail e telefone, mas não obteve retorno.

Representantes do Programa de Orientação de Proteção do Consumidor do Amazonas (Procon-AM) e da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania  (Sejusc) estiveram no aeroporto para tentar resolver o problema junto com a Infraero e as companhias aéreas. O Procon chegou a anunciar que a empresa Insel Air pode ser multada em até R$ 3 milhões.

Foram mais de 150 haitianos prejudicados por cancelamentos e atrasos em voos da empresa Insel Air, que faz a rota do Haiti para o Brasil. O grupo chegou na segunda-feira (27), e ficou hospedado em um hotel até a noite de ontem (2). Por volta das 20h30, aproximadamente 50 foram levados para o aeroporto em um ônibus, sem informações de quando iriam embarcar.

“A empresa (Insel Air) não esta atendendo. O Procon virá para acionar a Anac ou, através do Procon do Rio de Janeiro, o correspondente da empresa no Brasil. É o único contato que temos, e a empresa não esta atendendo, mesmo no correspondente”, disse a secretária da Sejusc, Graça Prola.

Abrigos
Dos 52 que passaram a noite no aeroporto a espera de um posicionamento da companhia aérea Insel Air, 5 compraram novas passagens por conta própria e o restante foi removido por uma equipe da Sejusc para os abrigos localizados nos bairros monte das oliveiras, Santo António e flores. Lá eles poderão dormir e receberão alimentação até ter uma resposta da companhia estrangeira.

Haitianos foram encaminhados para abrigos em Manaus (Foto: Ive Rylo/G1 AM)Haitianos foram encaminhados para abrigos em Manaus (Foto: Ive Rylo/G1 AM)

“Estamos fazendo acolhimento na rede de abrigos disponíveis na cidade nesta manhã. Pela rede temos a casa do migrante Jacamim, o abrigo Maria Assunta no Monte das Oliveiras e o Instituto de Apoio no Santo Antonio. Estamos com o Procon acionando resolução com as empresas. São 152 haitianos. Aqui no aeroporto tem 52 e o restante esta no hotel Continental e em outros hoteis, inclusive com, crianças”, disse a secretária.

Voos perdidos
Grupo  tinha passagens compradas em diversas companhias nacionais para vários estados no sudeste e sul do país.

Marckens Vikygellin tenta retornar a São Paulo há mais de dez dias (Foto: Suelen Gonçalves/ G1 AM)
Marckens Vikygellin tenta retornar a São Paulo há mais de dez dias (Foto: Suelen Gonçalves/ G1 AM)

 

O montador de móveis Marckens Viky, de 25 anos, disse que chegou em Manaus dia 27 de fevereiro, pela companhia Insel Air. A chegada em Manaus ocorreu com 11 dias de atraso da data limite. Ele tinha que pegar a conexão para São Paulo, no dia 16 de fevereiro.

“O ônibus nos pegou no hotel. Nos trouxeram para cá ontem a noite e não falaram nada. Passamos a noite aqui, muitos dormiram no chão, eu não consegui. Fiquei conversando com os meus amigos para passar a noite. A alimentação de ontem a noite nós compramos, hoje não tenho mais”, disse Marckens.

Ele disse que representantes da empresa teriam informado ao grupo somente que não tinham como arcar com as conexões perdidas.

“As pessoas que foram para a empresa so nos disseram que a Insel Air não tem mais dinheiro para pagar passagem para a gente e que teriam que nos tirar do hotel”, disse.
Do Haiti, Marckens comprou uma passagem Manaus – São Paulo pela empresa Gol. “Comprei a passagem por R$ 1.251,79. Não tenho mais dinheiro, como vou comprar outra?”, questionou.

Haitiano Jocelyn se diz prejudicado por falhas em companhia aérea  (Foto: Ive Rylo/G1 AM)Haitiano Jocelyn se diz prejudicado por falhas em companhia aérea (Foto: Ive Rylo/G1 AM)

O amigos dele, o auxiliar de serviços gerais Jocelyn Desroiers,  tenta chegar em Mananus desde 30 de janeiro. Ele perdeu dois voos. O primeiro, marcado pela companhia, sairia de Porto Príncipe dia 30 de janeiro, mas foi cancelado. A segunda promessa da empresa, seria que o haitiano deixaria seu país de origem no dia 19 de fevereiro, mas o voo também foi cancelado.

“Ele acabou chegando comigo dia 26 de fevereiro. Ele ia sair de Manaus para dia 31 de janeiro para ir para Porto Alegre, mas perdeu, porque só chegou comigo em fevereiro”, explicou Marckens Viky, pelo amigo, que não fala português.

Novos voos
Por meio de nota, a companhia Gol informou que “a companhia Insel Air encerrou as atividades no início da semana e não notificou a GOL sobre possíveis reacomodações de passageiros”.

A empresa citou ainda que vai incluir parte dos haitianos nos próximos voos. “Todos os passageiros com bilhetes GOL terão as passagens remarcadas sem taxas. A maior parte deles está seguindo no voo GOL agora para Guarulhos, por volta das 15h. Por esse motivo, não haverá necessidade de acomodação”, diz trecho da nota enviada ao G1.

Marckens Viky será um dos passageiros que deverá embarcar ainda nesta sexta. “A Gol nos colocou no voo. Vai eu e um grupo grande, não sei quantos vão agora. Eles falaram que todos vão conseguir vagas para voltar para casa. Estou muito feliz, muito. Agora nunca mais pegar voo com a companhia de fora”, disse.

Grupo de haitianos dormiu em aeroporto em Manaus (Foto: Ive Rylo/G1 AM)
Grupo de haitianos dormiu em aeroporto em Manaus (Foto: Ive Rylo/G1 AM)
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s