Gestão Cultural
Profissionais que atuam com imigrantes, expatriados e refugiados

Profissionais que atuam com imigrantes, expatriados e refugiados

Programa

Tradução em Libras disponível. Faça sua solicitação no ato da inscrição, com no mínimo dois dias de antecedência da atividade.

A dinâmica sistêmica que integra expatriados e refugiados e de forma análoga, cria âmbitos multiculturais ao modo de vida cidadã do povo brasileiro, apresenta profundos e complexos processos de reorganização psicossocial.

Exige principalmente dos profissionais que atuam nas áreas de acompanhamento e apoio aos imigrantes/expatriados/refugiados, compreender suas histórias de vida, identificar os anseios que mobilizam sua permanência e criação de sentimentos de pertencimento, e perceber quais são suas aspirações de futuro.

Este curso pretende contextualizar a ambiência (psicossocial e cultural) e a temporalidade (Momento de Ser e Sentido da Experiência de ConViver), inerentes à dinamicidade multicultural dos processos imigratórios de expatriados e refugiados. Objetiva também, disponibilizar um conjunto de procedimentos que possibilitam aos profissionais, utilizarem o Método Socionômico (Sociometria, Sociodrama e Sociatria) e Role-Playing/Role-Taking/Role-Creating em estudos, análises e pesquisas, além de apresentar a sincronicidade entre o pensar/sentir/agir, que favorece intervenções estratégicas em OG, ONG, Corporações, etc.

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição.

(Foto: Pétala)

Mais informações pelo site do Centro de Pesquisa e Formação do SESC-SP (nesse link).

Palestrantes

Rosely Cubo

Rosely Cubo

Doutora em Ócio e Desenvolvimento Humano. Pesquisadora do Programa Intervenções Corporativas em Equipes Multidisciplinares com dificuldades comportamentais/emocionais/relacionais no trabalho.
(Foto: Karla Malagueta)

Bibliografia

ANDRÉ, J.M. Multiculturalidade, identidades e mestiçagem: o diálogo intercultural nas ideias, na política, nas artes e na religião. Coimbra: Palimage.
DE LUCAS, J. Sobre la gestión de la multiculturalidad que resulta de la inmigración: condiciones del proyecto intercultural. En J.S. BERNAT y C. GIMENO (eds.), Migraciones e interculturalidad: de lo global a lo local. Castelló de la Plana: Universitat Jaume I.
LARROSA BONDÍA, J. Sobre la experiencia y el saber de la experiencia, en: JORGE LARROSA BONDÍA (Comp.) Más allá de la comprensión: lenguaje, formación y pluralidad. Caracas: Universidad Simón Rodríguez.
LIPOVETSKY, G. Los Tiempos hipermodernos. Barcelona: Editorial Anagrama.
NIESSEN, J. y SCHIBEL, Y. Manual sobre la integración para responsables de la formulación de políticas y profesionales.
Migration Policy Group (MPG). 2ª ed.
PAREKH, B. “Repensando el Multiculturalismo”. Madrid: Istmo.
SAYAD, A. A imigração ou os paradoxos da alteridade. São Paulo: Edusp.
SETIÉN SANTAMARÍA, Mª L. y MARUGÁN, A.L. “Desarrollo humano de mujeres inmigrantes a través de actividades educativas” en SETIÉN, M.L. y MARUGÁN, A.L. Mujeres y ocio. Nuevas redes de espacios y tiempos. Bilbao: Universidad de Deusto.
STOLKE, V. O enigma das intersecções: classe, “raça”, sexo, sexualidade. A formação dos impérios transatlânticos. Revista Estudos Feministas, Vol. 14, N.1.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s