Museu da Imigração: Abertura da exposição “Direitos migrantes – nenhum a menos”

A exposição tem como ponto de partida o entendimento de que a migração é um direito humano e que a nacionalidade, ou a ausência de documentos, não pode servir de impedimento para o exercício de direitos fundamentais que garantam uma existência digna no país de destino. A proposta é estimular a reflexão sobre a situação de pessoas que migram ou solicitam refúgio no Brasil, retratando a sua mobilização para o exercício e a garantia de direitos e suas conquistas de espaços.

13950659_10208977617130322_2131628230_o

Em um primeiro momento, esta exposição retrata as fronteiras enfrentadas por essas pessoas – tanto em seus aspectos mais práticos e legais quanto em seu sentido simbólico. Em seguida, são observados os movimentos de mobilização em busca da garantia de direitos, bem como as conquistas de espaços nas ruas da cidade, enfatizando-se a luta por participação política, as manifestações culturais como forma de resistência e integração e o protagonismo das mulheres nesse contexto.

Direitos humanos, direitos migrantes: nenhum direito a menos!

Serviço:

14344265_1442978689062690_9150763949995756985_n
Local: Museu da Imigração, Rua Visconde de Parnaíba, nº 1316 – Mooca –São Paulo

Sala Hospedaria em Movimento

Datas: de 24 de setembro a 18 de dezembro de 2016

Horário: Terça a sábado, das 9h às 17h, e aos domingos das 10h às 17h.

Informações: (11) 2692-1866 ou www.museudaimigracao.org.br

Face: https://www.facebook.com/events/535069740022754/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: